Anatel antecipa bloqueio a celulares piratas no Rio de Janeiro

O bloqueio de celulares piratas vai começar antes do previsto no Rio de Janeiro. A Anatel aprovou o adiantamento da restrição ao uso de aparelhos irregulares em terras fluminenses para dezembro deste ano.

O Rio de Janeiro fazia parte do grupo de estados que passaria a bloquear celulares irregulares a partir de março de 2019. No entanto, o Gabinete de Intervenção Federal solicitou o adiantamento da restrição, e o Rio vai se juntar a Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins, que passarão a bloquear esses dispositivos a partir de 8 de dezembro.

Celulares do Rio de Janeiro vão começar a receber uma notificação sobre a restrição a partir de 23 de setembro através de uma mensagem SMS. Mas o bloqueio não vai atingir celulares já em uso antes da data, apenas aparelhos que forem ativados depois disso.

Não está claro o que motivou o pedido de adiantamento do bloqueio, mas é possível que o Gabinete de Intervenção Federal suspeite que aparelhos piratas sejam usados pelo crime organizado no Rio de Janeiro.

Em vigor desde maio no Distrito Federal e em Goiás, o programa de combate a celulares piratas atinge aparelhos que usam códigos IMEI não registrados no banco de dados da organização internacional GSMA.

Com o bloqueio em ação, esses dispositivos ficam incapacitados de se conectar a redes móveis. As operadoras argumentam que o uso desses celulares prejudica a qualidade do sinal, afetando também consumidores que usam aparelhos regularizados.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ