Aplicativo 'tipo Tinder' permite que usuários paguem por encontros

Ohlala é um aplicativo para a web criado por desenvolvedores alemães e com uma proposta semelhante à do Tinder: unir pessoas que não se conhecem em encontros românticos. A diferença é que, no Ohlala, o usuário pode pagar pela companhia de alguém.

O serviço funciona da seguinte maneira: um usuário homem cria no site uma espécie de anúncio, solicitando um encontro em uma data específica e com o valor que está disposto a pagar. Esses anúncios ficam no ar por 21 minutos para que as mulheres do aplicativo possam ver e "candidatar-se".

Quando os dois usuários dão "match", abre-se uma janela de chat privada, onde o homem não pode ver fotos ou qualquer informação sobre a mulher. Quando os dois concordam com os termos do "negócio", incluindo data, local, restrições e preço a pagar, o encontro é marcado. Os perfis dos usuários não são abertos para pesquisa.

De acorodo com uma reportagem do site The Verge, a empresa por trás do app nega que o serviço se trata de um "Uber da prostituição". A startup diz que as mulheres que aceitam encontros pagos não são obrigadas a ter relações sexuais com os homens que fazem a solicitação, sendo que os termos do encontro são definidos previamente entre as duas partes.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ