Aplicativo usa realidade aumentada para 'ler' e 'reproduzir' som de tatuagens

Já imaginou ter uma tatuagem que reproduz sons? Essa é a ideia de Nate Siggard, tatuador de Los Angeles, nos Estados Unidos. Ele desenvolveu um aplicativo que consegue "ler" desenhos de ondas sonoras tatuadas na pele, as traduzindo em sons específicos.

É possível gravar mensagens no aplicativo ou reproduzir faixas musicais que, mais tarde, são transformadas em uma imagem das ondas sonoras, tatuada com o uso de uma tinta especial. O aplicativo usa a realidade aumentada para identificar e reproduzir as músicas.  

A técnica, que recebeu o nome de Skin Motion, tem como objetivo eternizar lembranças sonoras. "Você perdeu um ente querido e gostaria de marcá-lo para sempre, de uma maneira que possa contar sua história e compartilhá-la com o mundo? Talvez você tenha uma canção ou uma citação favorita que represente quem você é e por que você está aqui", explica a empresa. 

Para quem quiser fazer uma tatuagem usando a técnica, é preciso encontrar um profissional certificado - são 100 tatuadores que estão presentes, segundo a empresa, em mais de 14 países. É necessário se inscrever na lista de espera da Skin Motion para encontrar um horário disponível. Veja como funciona: 

[RT]

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ