Apple começa a 'matar' o MacBook Pro que não tem tela Retina

Em um sinal de que a linha MacBook Pro está prestes a receber uma atualização, a Apple começou a retirar o modelo mais antigo do laptop das suas prateleiras.

O AppleInsider recebeu a dica sobre a movimentação e saiu para conferir a situação pelos Estados Unidos, constatando que os MacBooks Pro sem tela Retina de fato estão desaparecendo.

Um funcionário em Austin, no Texas, informou que os computadores começaram a sair do mostruário na semana passada, enquanto outro de Nova York, ao ser questionado, tentou convencer a reportagem a adquirir um modelo com Retina sob o argumento de que MacBook tradicional em breve se tornará obsoleto.

Há vários indícios de que o aparelho está com os dias contados. Sua última atualiação ocorreu em 2012 e ele é o único sem Retina à venda pela Apple, além do MacBook Air. A companhia parou de fazer publicidade do modelo e nem o lista no seu site principal; o interessado precisa ir até o rodapé da página do Pro.

O próximo MacBook Pro pode ser apresentado ainda neste ano, e há rumores que vão de um teclado feito em OLED sensível ao toque à adição do sensor biométrico Touch ID.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ