Apple corrige "falha" da Siri existente desde 2011

A Apple corrigiu recentemente uma "falha" que estava presente em sua assistente pessoal, a Siri, desde 2011. Na época, ao ser questionada sobre onde ficariam as clínicas de aborto próximas ao usuário (em locais onde o procedimento é permitido e legalizado), a assistente exibia uma lista com agências de adoção e clínicas de fertilidade. Indagada sobre as respostas, a empresa culpou uma falha no sistema pelo comportamento da Siri.

Quase 5 anos depois, na última semana, o problema começa a ser resolvido. Agora, questionada sobre os locais, a assistente já lista os estabelecimentos, embora algumas vezes apareçam algumas clínicas de adoção, na parte de baixo da lista.

As clínicas de aborto ficam sob a seção de "serviços familiares".

Por que isso acontece?

Um dos problemas na identificação de estabelecimentos do tipo, mesmo em cidades e países onde o aborto é legalizado, é o fato de que muitas clínicas não se rotulam como tal. Em dezembro de 2011, o site Search Engine Land afirmou: "A Siri não está encontrando clínicas de aborto porque os lugares que realizam abortos não chamam a si mesmos desse nome, então nem foram associados à uma categoria pelo sistema.
Muita gente, no entanto, acredita que a resposta da assistente é uma maneira da Apple de empurrar aos clientes a sua visão sobre o assunto.

Via PhoneArena 

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ