Catedral de Notre Dame incêndio

Apple promete ajudar a reconstruir Catedral de Notre-Dame após incêndio

Lucas Carvalho 16/04/2019 12h55
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Tim Cook, CEO da Apple, prometeu doação no Twitter

O incêndio que destruiu a Catedral de Notre-Dame em Paris na segunda-feira, 15, acabou com mais de 856 anos de história e gerou mensagens de solidariedade aos franceses em todo o mundo, até mesmo do presidente Jair Bolsonaro. Nesta terça-feira, 16, quem aderiu ao coro foi Tim Cook, o CEO da Apple.


Em uma mensagem no Twitter, o líder da empresa que faz o iPhone, o iPad e o Mac disse que a companhia vai fazer uma doação à França para ajudar na reconstrução do marco histórico, considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

"Estamos com o coração partido pelo povo francês e por todos aqueles para quem Notre Dame é um símbolo de esperança", disse Cook no Twitter. "A Apple vai fazer uma doação para os esforços de reconstrução, para ajudar a restaurar a preciosa herança de Notre Dame para as futuras gerações."

Tim Cook não é o primeiro a prometer doações para a reconstrução de Notre-Dame. O bilionário francês Bernard Arnault, por exemplo, prometeu doar 200 milhões de euros. O mesmo valor foi prometido pela família Bettencourt Meyers, sócia da L'Oreal.

Ao todo, o volume de doações prometidas já soma 660 milhões de euros (R$ 2,87 bilhões), segundo o G1, sem contar as promessas, como a de Tim Cook, que não informam o valor. No momento do incêndio, cuja causa ainda não foi divulgada, a catedral estava sendo reformada, numa empreitada que custaria 11 milhões de euros.

Apple Tim Cook
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você