Apple rebate acusações de que está boicotando Spotify

Nesta semana, o Spotify acusou a Apple de dificultar a liberação de atualizações de seu aplicativo na App Store. Segundo o serviço, a fabricante estaria fazendo isso para privilegiar o Apple Music, seu próprio serviço de streaming.

O Spotify enviou uma carta a Bruce Sewell, conselheiro geral da Apple, onde declara que a fabricante alega que o app desobedece "regras do modelo de negócio", acrescentando que o Spotify deve usar seu sistema de faturamento no aplicativo.

Um porta-voz da Apple rebateu as acusações e afirmou que a companhia está "decepcionada com os ataques públicos" feitos pelo Spotify.

"Achamos preocupante que vocês estejam pedindo isenções às regras que se aplicam a todos os desenvolvedores e estarem espalhando publicamente rumores e meias-verdades sobre o nosso serviço", afirma Segwell em uma carta de resposta.

"Pouco depois que o Spotify apresentou o seu app em 26 de maio, a nossa equipe identificou uma série de questões, incluindo a de que o recurso de compra dentro do app foi removido e substituído por um recurso de inscrição na conta, claramente destinada a contornar as regras de compra no aplicativo da Apple. Essa característica existe apenas para evitar ter que pagar para a Apple pelo uso da App Store.Uma clara violação dos termos qualquer outro desenvolvedor", afirma o conselheiro.

"Não há nada na conduta da Apple que equivale a uma violação das leis antitruste​", escreveu Sewell.

Via BusinessInsider

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ