Apple teria equipe secreta trabalhando em projeto de sensor voltado à saúde

Já pensou na Apple trabalhando com medicina? É isso o que a empresa pode estar planejando. De acordo com dados revelados pela rede CNBC, a fabricante do iPhone contratou pesquisadores biomédicos para trabalhar em um sensor que monitora pessoas diabéticas.

Tradicionalmente, esses pacientes monitoram a glicose recolhendo uma pequena amostra de sangue, mas, de acordo com rumores, a ideia da Apple é usar sensores ópticos que emitem uma luz e, assim, conseguem medir o nível de açúcar no sangue através da pele. Caso se comprove, o método pode ser bem menos invasivo e facilitar o uso em pacientes idosos e crianças.

A ideia não parece ser novidade. Fontes indicam que a empresa trabalha no projeto há pelo menos cinco anos e, em breve, deve começar a testá-lo em pacientes. Antes, seria preciso obter autorizações de órgãos reguladores.

A equipe, que teria cerca de 30 pessoas, estaria sob a supervisão de Johny Srouji, vice-presidente da divisão de hardware da Apple. Especula-se ainda que vários especialistas da área de biomedicina saíram de suas empresas para trabalhar na Apple, além de alguns consultores. O desafio, segundo as fontes, é conseguir acompanhar com previsão os níveis de glicose sem penetrar na pele do paciente.

[TechCrunch]

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ