Emily Hartridge

Apresentadora morre em acidente de patinete elétrico no Reino Unido

Bruna Lima, editado por Liliane Nakagawa 15/07/2019 12h07
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Emily Hartridge foi vítima do primeiro acidente fatal envolvendo este tipo de veículo registrado no país

A personalidade do YouTube e apresentadora de TV, Emily Hartridge, 35, morreu nesta sexta-feira (12) vítima de um acidente envolvendo um patinete elétrico e um caminhão em Battersea, sul de Londres. Hartrigde não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ela é a primeira vítima fatal com esse tipo de veículo no Reino Unido.


"Essa é uma coisa horrível de se dizer no Instagram, mas sabemos que muitos de vocês estavam esperando ver Emily hoje, e esta é a única maneira de contatar todos de uma vez", dizia o post publicado em sua conta oficial do Instagram informando sobre o falecimento. 

 
 
 
View this post on Instagram

A post shared by Emily Hartridge (@emilyhartridge) onJul 13, 2019 at 2:05am PDT

 

A polícia investigou a cena do acidente na rotatória do Queen's Circus, que foi redesenhada em 2015 para manter os ciclistas com distância considerável do tráfego. O novo layout já sofreu críticas por ser confuso, e no ano passado, um ciclista morreu após ser atropelado por um caminhão no local.

É ilegal andar com e-scooter, Segway e patinete elétrico em vias públicas no Reino Unido, já que não são considerados veículos de estrada. No entanto, milhões de pessoas utilizam o transporte em cidades da Europa e dos EUA, inclusive há um número crescente de e-scooters sendo vendidos no Reino Unido, levando o governo a rever a lei.

O ministro dos Transportes, Michael Ellis, deve se reunir hoje (15) com as empresas Halfords, Lime, Bird e B Mobility para adverti-los sobre a obrigação de informar consumidores de e-scooter sobre a lei. "Os produtos de micromobilidade estão aparecendo em países de todo o mundo e são uma inovação empolgante para a qual sabemos que há demanda. No entanto, a segurança deve ser sempre a nossa principal prioridade quando consideramos a sua utilização em estradas públicas neste país”, afirmou Ellis.

No Brasil, algumas cidades já possuem obrigatoriedades quanto ao serviço, como por exemplo no Rio de Janeiro, onde não se pode mais andar de patinete elétrico sem capacete. O uso desse tipo de mobilidade gerou polêmica após o surgimento de acidentes envolvendo pedestres, com isso, novas legislações municipais estão sendo implementadas para regulamentar o tipo de transporte.

 

Via: The Guardian

 

 

patinetes elétricos Acidente Reino Unido
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você