virtualização

As vantagens da virtualização

Redação Olhar Digital 12/03/2013 17h11
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Saiba como um usuário comum e corporações podem se beneficiar desta tecnologia

Virtualização é uma técnica que permite que uma aplicação de um sistema operacional ou mesmo um sistema operacional inteiro rode dentro de outro sistema. Existem muitos programas de um sistema operacional que são usados apenas por um determinado público e a virtualização é a solução para se ter todos os softwares e recursos necessários em uma única máquina, além de ser mais fácil de gerenciar. 

Quase todos os computadores vendidos atualmente possuem recursos mais que suficientes para hospedar dois (ou mais) sistemas operacionais ao mesmo tempo, sem que isso signifique perda de desempenho.

Embora a visão mais comum que as pessoas têm da aplicação dessa técnica seja a de um grande servidor ou datacenter rodando vários sistemas operacionais ao mesmo tempo, com configurações complicadas e voltado para empresas, o usuário comum também pode se beneficiar dela.

Você pode, por exemplo, rodar o Windows 8 como uma máquina virtual dentro do dela e instalar os drivers nele, utilizando o computador normalmente. Pode também testar um outro sistema operacional, como o Linux, por exemplo, sem fazer qualquer modificação no seu computador.

Já nas corporações, a virtualização é utilizada para extrair o máximo de desempenho com o hardware disponível. Imagine uma empresa precise disponibilizar dois sistemas operacionais ao mesmo tempo. Com a ajuda de um software, duas máquinas virtuais são criadas em cima de uma camada de emulação, que diz para cada sistema operacional que ele tem um processador de apenas um núcleo e dois discos.

A virtualização está rapidamente ganhando força nos departamentos de TI em todo o mundo. Segundo uma pesquisa da Symantec, 76% das empresas globais estão, pelo menos, discutindo a virtualização. No contexto da atual recessão, os benefícios são muito valiosos para que as empresas os ignorem.

A virtualização pode reduzir as despesas de capital/operacionais, permitir a implantação mais rápida de recursos computacionais e facilitar o gerenciamento dos processos de negócios. Aplicável a mais do que simplesmente servidores, a virtualização está se tornando mais comum entre diferentes aplicações de TI, incluindo armazenamento e desktops. No entanto, apesar das incursões que a tecnologia tem feito nos datacenters, as organizações estão relutantes em virtualizar aplicações críticas para os negócios.

De acordo com a mesma pesquisa, entre as organizações de todo o mundo que estão implementando a virtualização de servidores, mais de 50% planejam implementar a virtualização de aplicações web e de banco de dados. Porém, quando se trata de aplicações essenciais para os negócios, 40% dos CEOs e 42% dos CFOs relutam em dar esse passo. A preocupação mais comum que impedem as empresas de fazer essa transição é a confiabilidade, citada por 78% dos entrevistados.

Computadores Sistema Operacional Virtualização
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você