Assange anuncia que deixará a Embaixada do Equador

Asilado há mais de três anos na Embaixada do Equador em Londres, Julian Assange afirmou que está pronto para deixar o local nesta sexta-feira, 5.

Pelo Twitter, o fundador do WikiLeaks informou que se o grupo das Nações Unidas que analisa seu caso contra o governo sueco entender que ele está errado, amanhã será seu último dia na embaixada. Assange sairia ao meio-dia e aceitaria a prisão pela polícia britânica.

Entretanto, caso a ONU decida a seu favor, Assange disse esperar a “imediata” devolução do seu passaporte e o fim das tentativas de prendê-lo.

Assange responde a processos de abuso sexual na Suécia desde 2010, e, embora negue que seja culpado, ele se recusa a viajar ao país por medo de ser extraditado aos Estados Unidos, onde é procurado por vazar informações confidenciais do governo.

Em agosto de 2015 parte do caso foi descartado por falta de acusações formais. Em dezembro, Assange firmou acordo para prestar depoimento dentro da embaixada equatoriana.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ