Facepalm emoji no Android 7.1

Atualização fracionada do Android está causando problemas de comunicação

Leonardo Pereira
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Além das desvantagens em termos de segurança e estabilidade, a atualização fracionada do Android está gerando um problema de comunicação para seus usuários.


Na semana passada, o Google informou que apenas 1% dos aparelhos com Android ativos no mundo rodam a versão mais recente do sistema, apelidada de Nougat. Isso significa que uma fração ínfima dos usuários é capaz de entender plenamente uma conversa que se baseie em emojis — um sistema de comunicação cada dia mais presente no dia a dia das pessoas.

O site Emojipedia publicou uma análise sobre a situação; de acordo com seus registros, cerca de 4% dos donos de aparelhos com Android conseguem visualizar a última atualização do catálogo da Unicode (entidade responsável pelos emojis). Os resto vê apenas uma série de quadrados em branco.

Reprodução

O curioso é que o Google foi o primeiro a abraçar o Unicode 9, como foi chamada a atualização. A empresa o fez em agosto de 2016 ao liberar o Android 7.0. Quando saiu o 7.1, em outubro, o Android se tornou o primeiro sistema a oferecer mais representações de gênero e profissões por meio de emoji.

O iOS só começou a mexer nisso em setembro, quando lançou o iOS 10, sendo que apenas em dezembro o sistema recebeu a lista completa de ilustrações. Só que o iOS 10 está instalado em 76% dos aparelhos suportados, então mesmo com atraso a Apple conseguiu recompensar seus usuários.

No caso do Android, mesmo aparelhos recentes ainda não contam com o Nougat, então quase ninguém tem acesso aos novos emojis. Para contornar o problema, empresas donas de aplicativos de comunicação estão lançando pacotes próprios de emojis. Snapchat, Messenger, WhatsApp, Telegram, Twitter e até o Slack deram um jeito de não depender do Google. No caso do WhatsApp e do Telegram isso é ainda mais emblemático, já que ambos adotaram a paleta da Apple, fazendo com que seus clientes de Android usem criações da rival.

“Embora isso demande mais esforço dos desenvolvedores de aplicativos (suporte nativo a emojis é muito mais simples de suportar), pode ser a melhor saída para usuários que, de outra forma, ficariam presos sem saber o que as pessoas estão enviando”, comenta a Emojipedia. “Um telefone que não consegue ver os emojis lançados mais de 12 meses atrás está aleijado como um dispositivo de comunicação.”

Reprodução

Android comunicação emoji
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você