Avião faz pouso de emergência devido a nome ameaçador de rede Wi-Fi

Se você já viajou de avião, especialmente para o exterior, sabe (ou deveria saber!) que existe uma regra muito clara: não fazer piadas sobre bombas. Essa regra foi quebrada por um passageiro que criou um hotspot com nome “engraçadinho” que forçou um avião a fazer um pouco de emergência. 

O voo da Turkish Airlines partia de Nairóbi, no Quênia, com destino a Istambul, na Turquia. No entanto, no meio do voo, passageiros notaram uma rede Wi-Fi chamada “bomb on board” (“Bomba a bordo”) e alertaram a equipe, forçando o voo a um pouso de emergência no aeroporto de Cartum, no Sudão, como informa a agência Reuters. 

Após o pouso não previsto, a equipe de segurança fez as inspeções necessárias e confirmou que se tratava apenas de um alarme falso. Não há informações se o autor da piadinha de mal-gosto foi identificado, mas a empresa aérea informa que todos os 100 passageiros retomaram a viagem normalmente. 

Com a possibilidade de criação de hotspots a partir de celulares e notebooks, essa situação tem sido cada vez mais comum. Em 2016, um voo da Qantas Airlines, de Melbourne para Perth, na Austrália, atrasou por duas horas após passageiros encontrarem uma rede Wi-Fi chamada “Mobile Detonation Device” (“Dispositivo de detonação móvel”).

Algo similar também foi visto no final do ano passado, quando um engraçadinho decidiu dar o nome ao seu hotspot de “Galaxy Note 7” em uma época em que havia temores de incêndio causados pelo celular; o voo atrasou, bagunçando a agenda do dia inteiro no aeroporto.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ