Bateria em desenvolvimento pode usar calo humanano

Cientistas desenvolvem circuitos capazes de operar movidos pelo calor do corpo humano

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Fraunhoffer, na Alemanha, estão desenvolvendo uma nova tecnologia de circuitos eletrônicos que não dependem de uma fonte de energia para funcionar. Só precisam, literalmente, de um pouco de calor humano. Os aparelhos são movidos por minúsculos geradores termoelétricos, ou TEGs (Termo Electrical Generators), que produzem energia elétrica a partir da diferença de temperatura entre duas superfícies, uma mais quente e uma mais fria. Normalmente uma diferença de dezenas de graus é necessária para produzir uma quantidade viável de eletricidade, mas os pesquisadores conseguiram produzir correntes muito pequenas, cerca de 200 milivolts, a partir da diferença entre a temperatura do corpo humano e a temperatura ambiente. A chave foi a criação de novos circuitos capazes de funcionar mesmo quando alimentados por uma corrente tão pequena. No futuro, esta tecnologia pode levar a toda uma nova geração de equipamento médico, como sensores minúsculos, capazes de operar por meses a fio sem manutenção.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ