Bill Gates previu a ascensão da Netflix e do Facebook em 1994

Bill Gates hoje tem como principal preocupação suas ações filantrópicas, mas nem sempre foi assim. O fundador da Microsoft já foi um visionário do mundo da tecnologia e muitas de suas previsões se concretizaram de forma assustadora, mesmo que a Microsoft tivesse pouco a ver com a transformação da ideia em fato.

Recentemente, foi desenterrada uma entrevista que o então CEO da Microsoft havia dado para a revista Playboy em 1994. Na ocasião, ele fez algumas declarações premonitórias que viriam a se concretizar em serviços como o Facebook e a Netflix.

Durante a entrevista, Gates afirmou que no futuro, na era da informação que vivemos hoje, o uso primário dos computadores pessoais iria mudar. Em vez de usar as máquinas para criar documentos, passaríamos a usá-las para compartilhar e acessar mídia eletrônica por meio da internet.

Ele ainda foi mais além e deu detalhes sobre como funcionaria tal mundo futurístico:

“Vamos supor que você queira assistir a algum filme. Para escolher, você vai querer saber de quais filmes os outros gostam e, baseado nos seus pensamentos sobre outras obras que você viu, será possível descobrir se você gostaria desse filme. Você pode navegar por essa informação. Então, você pode selecionar e receber o vídeo sob demanda. Em seguida, poderá compartilhar o que achou do filme.”

A declaração se assemelha bastante ao que temos na Netflix atualmente. O serviço usa algoritmos que analisam o que você gosta de consumir e o que outras pessoas de gosto similar também aprovaram para sugerir qual série ou filme você deveria acompanhar em seguida. O conceito também se aplica a lojas de vídeo sob demanda como iTunes, Google Play, Microsoft Store e Amazon.

Bill Gates também entrou no assunto das comunidades online, falando sobre algo que se aproximava do que o Facebook se tornou.

“Pense em como você encontra pessoas com interesses em comum, como você escolhe um médico, como decide o que ler. Por enquanto, é difícil alcançar uma variedade muito grande de pessoas. Você está preso à comunidade física perto de você. Mas no novo ambiente, graças ao modo como a informação é armazenada e acessada, tal comunidade vai expandir. A ferramenta será empoderadora, a infraestrutura será criada rapidamente e o impacto será amplo.”

Quando Gates deu essa declaração, o conceito de rede social ainda estava bastante distante da realidade. Embora o Facebook, fundado 10 anos após a entrevista, não tenha sido a primeira empresa a apostar na ideia, seu sucesso não tem qualquer comparação, com mais de 1 bilhão de usuários acessando a plataforma diariamente.

A entrevista já foi tirada do ar no site oficial da Playboy. No entanto, uma ferramenta chamada Wayback Machine, desenvolvida pelo Internet Archive, guarda uma versão da página para apreciação. Você pode clicar aqui para ler.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ