O PC mais lento do mundo a roda Linux

Brasil é o pior dos BRICs em vendas de PCs

Leonardo Pereira 29/08/2012 17h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Crescimento esperado para o semestre não se concretiza e consultoria rebaixa previsão anual

O Brasil não comercializou tantos computadores quando se esperava para o primeiro semestre de 2012. 7,8 milhões de máquinas foram vendidas no período, uma alta anual de 2%, sendo que o mercado previa crescimento de pelo menos 7%.

Os dados são do estudo Brazil Quarterly PC Tracker, realizado pela consultoria IDC. O levantamento mostra que o desempenho do Brasil o deixou como pior país do BRIC no mercado. O melhor foi a Rússia, com 37% de crescimento, seguido por Índia (9%) e China (3%).

Mais da metade das vendas é referente a notebooks (categoria que engloba netbook, ultrabook e ultrafinos): 55%. Os outros 45% ficaram com desktops. “O usuário doméstico tende a preferir a portabilidade dos notebooks e as empresas optam pela segurança dos desktops”, declara Attila Belavary, analista do mercado de PCs da IDC Brasil.

Do total comercializado, 27% foram para o mercado corporativo, 67% para as casas e 6% ficaram com governo e educação. “A variação cambial foi responsável por reduzir o número de ofertas disponíveis no varejo e levou alguns fabricantes a aumentarem seu preço final. Além disso, a competição com outros dispositivos, como tablets e smartphones, fez com que os usuários tivessem que priorizar seu investimento”, justifica Belavary.

A IDC acredita que as vendas totais do ano devem apresentar crescimento de 8% na comparação com 2011, chegando aos 17,2 milhões de unidades. A previsão é menor que a feita no começo do ano, quando se esperava alta de 13%.
Notebooks Computadores PC
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você