Brasil está entre os países mais caros para se comprar produtos eletrônicos

Se você pretende comprar um smartphone, console de videogame ou notebook, é melhor sair do país. O Brasil está entre os cinco países mais caros para se adquirir produtos eletrônicos, junto com a Venezuela, Angola, Brunei e Guatemala.

De acordo com o levantamento "Technology Price Index", do site Linio, os consumidores venezuelanos são os que mais precisam se preocupar com o valor das compras. Um iPhone 6s, por exemplo, custa US$ 97.813,82 no país. No entanto, é importante ressaltar que os preços exorbitantes na Venezuela são resultado da hiperinflação e de disparidades cambiais enfrentadas pelo país.

Na outra ponta do ranking, a maioria dos países mais baratos para se comprar tecnologia são os do Oriente Médio, com destaque para o Kuait, Arábia Saudita, Malásia, Canadá e Emirados Árabes Unidos. Segundo a pesquisa, nesses países as taxas de valor agregado são menores que nos demais locais.

Veja os rankings dos dez países mais caros e mais baratos para comprar produtos eletrônicos:
 
Mais baratos 

  • Kuait (1º lugar)
  • Arábia Saudita (2º lugar)
  • Malásia (3º lugar)
  • Canadá (4º lugar)
  • Emirados Árabes Unidos (5º lugar)
  • Qatar (6º lugar)
  • Japão (7º lugar)
  • Estados Unidos (8º lugar)
  • Austrália (9º lugar)
  • Polônia (10º lugar) 

Mais caros

  • Venezuela (72º lugar)
  • Angola (71º lugar)
  • Brunei (70º lugar)
  • Brasil (69º lugar)
  • Guatemala (68º lugar)
  • Singapura (67º lugar)
  • Croácia (66º lugar)
  • Indonésia (65º lugar)
  • Bangladesh (64º lugar)
  • Filipinas (63º lugar)

A pesquisa levou em conta a soma dos preços de 14 produtos em 72 países.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ