Cada cadeira da nova sede da Apple custa quase US$ 1.200

O iPhone X não foi a única grande novidade da Apple em 2017. No ano passado, a empresa também inaugurou sua nova sede, o Apple Park, um campus em formato de nave espacial idealizado por Steve Jobs e que custou cerca de US$ 5 bilhões.

Todo esse investimento se deve ao perfeccionismo que a empresa cultua com os mínimos detalhes de suas criações - inclusive as cadeiras dos funcionários. Uma reportagem do Fast Company revelou que os assentos do novo campus custam quase US$ 1.200.

As cadeiras são produzidas por uma startup chamada Vitra, fundada pelos designers Edward Barber e Jay Osgerby, que deram uma longa entrevista ao Fast Company sobre como conheceram o chefe de design da Apple, Jony Ive, e venderam a ele a ideia para o seu produto.

A chamada Pacific Chair foi feita seguindo à risca os princípios de design que mais atraem Ive. A promessa de Barber e Osgerby era a de entregar à Apple uma cadeira "silenciosa, com curvas suaves que ficariam bem em qualquer lugar, até mesmo em uma casa".

O AppleInsider notou que cada unidade da Pacific Chair custa US$ 1.185, o que equivale a quase R$ 3.840 em conversão direta. O Apple Park tem capacidade para 12 mil pessoas. É provável que a Apple tenha feito o pedido das cadeiras em atacado, o que deve ter reduzido o valor individual de cada uma.

Ainda assim, não deve ter saído mais barato do que uma cadeira genérica produzida por qualquer outra empresa norte-americana. A Apple não comenta em detalhes o dinheiro gasto com a sua nova sede.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ