Câmera digital mais poderosa do mundo terá 3,2 gigapixels de resolução

O Departamento de Energia dos Estados Unidos aprovou na última segunda-feira, 1, a construção de uma câmera de 3,2 gigapixels, a câmera digital mais poderosa do mundo. O dispositivo será construído no Centro de Aceleração Linear de Stanford, nos Estados Unidos, e funcionará como uma espécie de "olho" do Large Synoptic Survey Telescope, ajudando a revelar detalhes do universo.

Não é somente a resolução que faz com que a câmera receba o título de melhor câmera do mundo. De acordo com os cientistas, ela será capaz de fotografar melhor do que qualquer telescópio óptico já construído.

Reprodução

A câmera terá o tamanho de um carro pequeno e pesará mais de 3 toneladas. Os componentes da câmera estão sendo construídos através de uma parceria internacional entre universidades e laboratórios. A produção deve demorar 5 anos para ser concluída e testada.

Dados

Com as imagens obtidas, o LSST deve gerar aproximadamente 6 milhões de gigabytes de dados for ano. As informações vão ajudar os pesquisadores a estudar a formação de galáxias, rastrear asteróides potencialmente perigosos, observar estrelas explodindo e entender melhor a matéria escura e energia escura, que juntas compõem 95 por cento do universo.

O telescópio deve funcionar oficiamente a partir de 2022 e vai trabalhar na pesquisa e catalogação de estrelas e galáxias. Em 10 anos, o LSST deve ser capaz de detectar dezenas de bilhões de objetos.

Via Symmetry

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ