Campanha da IBM é criticada por sexismo; entenda

Uma campanha da IBM lançada nesta segunda-feira, nos Estados Unidos, tinha como objetivo incentivar a participação de mulheres na tecnologia, mas acabou gerando críticas do público feminino. 

Intitulada #HackAHairDryer, a ação sugeriu que a diferença de gênero existe porque as mulheres não sabem que podem "fazer ciência" e que a maneira mais fácil de atrair esse público é usar 'objetos familiares ao público feminino'.  Pelo Twitter, a empresa explicou que é isso "o que importa na ciência" para as mulheres.




Centenas de usuários responderam à iniciativa com ironia, sugerindo mais alternativas sexistas para chamar a atenção do público feminino e criticando a campanha.


As críticas foram tantas que a empresa optou por tirar a campanha do ar. "O vídeo era parte de uma campanha maior para promover carreiras na tecnologia. Para algumas pessoas, ele perdeu seu propósito e estamos pedindo desculpas por isso. Ele não está mais no ar", explica a IBM.

Via TechCrunch

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ