Carro voador está mais próximo de se tornar realidade

Faz 15 anos que uma empresa israelense chamada Urban Aeronautics vem desenvolvendo um drone capaz de carregar passageiros. E parece que o projeto finalmente está próximo de decolar — com o perdão do trocadilho.

Segundo reporta a agência Reuters, a empresa planeja lançar o veículo no mercado até 2020, o que significa que em cerca de três anos talvez possamos enfim ver gente ser transportada pelo ar em curtas distâncias.

O drone é considerado uma espécie de carro voador. Antes apresentado como "ambulância", ele tinha o nome de AirMule, mas foi rebatizado como Cormorant (inglês para "corvo-marinho").

Com o tamanho de um automóvel de família, o Cormorant pesa 1,5 tonelada e consegue carregar até 500 quilos de carga em viagens a 185 km/h. Seu preço estimado é de US$ 14 milhões (algo em torno de R$ 45,7 milhões).

Rafi Yoeli, fundador e CEO da Urban Aeronautics, disse à Reuters que o veículo usa rotores internos em vez de hélices, o que o faz ser mais seguro que helicópteros, já que pode voar entre prédios e abaixo de fios elétricos sem o risco de bater lâminas.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ