Casa nos EUA é ligada a mais de 600 milhões de endereços IP

Um casal do Kansas, nos Estados Unidos, afirma que a empresa MaxMind registrou mais de 600 milhões de endereços IP em sua casa, o que tornou suas vidas "um inferno digital". A residência do casal foi associada aos endereços IP porque é perto do centro geográfico dos EUA. O alto número de endereços IP faz com que eles sejam constantemente confundidos com spammers e golpistas.

Os Arnolds estão processando MaxMind após anos de interrupção.

Os dois afirmam que já receberam visitas da polícia e foram investigados por uma série de atividades criminosas ligadas aos números de IP, como roubos, fraudes e roubo de cartões de crédito. Convencidos de que eram culpados, os moradores da casa foram até ameaçados pela polícia, que acreditava que eles estavam envolvidos em roubo de identidade.

Depois de anos de dores de cabeça, o casal decidiu processar a empresa, pedindo uma indenização de US$ 75 mil. Eles acusam a companhia de conduta imprudente e negligente. "Meus clientes têm sido alvos de um inferno digital. As acusações mais vis têm sido feitas contra eles - como a de que eles estavam envolvidos em pornografia infantil", explica o advogado Randal Rathbun.

Via Mashable

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ