Celular é campeão de reclamações no Procon-SP

Índice de queixas subiu 141,97% no primeiro trimestre de 2007

O celular foi o campeão de reclamações no primeiro trimestre de 2007 na Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. Foi também o item que teve o maior índice de queixas com crescimento de 141,97% das reclamações em comparação com a mesma época no ano passado. Nos três primeiros meses do ano, o órgão recebeu 859 denúncias sobre celular. Os principais problemas relatados pelos consumidores de telefones celulares foram: produto entregue com defeitos (não funciona, bateria não carrega ou perde a carga rapidamente etc); garantia (abrangência/cobertura) e falta de peças de reposição. Levados à assistência técnica autorizada, os consumidores acabam convivendo com outros problemas: o defeito não é sanado dentro do prazo estipulado por lei, que é de 30 dias. O consumidor também reclama que às vezes tem que passar mais de uma vez na assistência técnica porque o aparelho volta a apresentar defeito.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ