Chromecast: conheça as diferentes versões e saiba qual é a melhor para você

No Olhar Digital, já falamos algumas vezes sobre o Chromecast e como ele é a melhor opção para quem quer conectar seu televisor à internet sem depender das interfaces normalmente péssimas das smart TVs. Aí entra uma dúvida: qual modelo é o mais recomendado para você?

Conheça as diferenças entre os aparelhos:

Chromecast ou Chromecast 2?

Reprodução

É a dúvida que deve chegar à maioria dos usuários. Além do visual, quais são as diferenças entre uma versão e outra do aparelhinho? Saber quais são as vantagens são primordiais, porque ainda é muito fácil encontrar a primeira geração do Chromecast para vender.

A verdade é que as alterações internas não são grandes. A principal novidade é o fato de a segunda geração do Chromecast trazer suporte ao padrão 802.11ac do Wi-Fi. Isso significa que ele é compatível com redes de 5 GHz, que apresentam maiores velocidades, ainda que tenham um alcance inferior às redes de 2,4 GHz.

Fora isso, o novo design tem uma aplicação prática. Ao abandonar o visual de pendrive da primeira geração, o Google permitiu que o aparelho fosse conectado ao televisor de forma mais fácil, já que não é preciso mais ficar se preocupando se outras entradas HDMIs da TV serão inutilizadas porque o Chromecast é grande demais.

Ou seja: as vantagens da segunda geração não são muitas, mas pode valer a pena para quem tem um roteador mais moderno, compatível com o padrão AC. Na maioria dos casos, a questão se resume a preço. Se encontrar um Chromecast 2 barato, ele é uma versão levemente melhor; se a versão antiga for mais barata, ela ainda vale totalmente a pena.

Chromecast Audio

Reprodução

Como o nome já diz, é o Chromecast voltado para serviços de áudio. Em vez de ser conectado a uma TV, ele foi feito para ser plugado a caixas de som. É a ferramenta para você que costuma usar Spotify, Google Music, e aplicativos de rádio online e podcasts. Basta pressionar o botão no aplicativo para transmitir o som para a caixa.

O mais bacana do Chromecast Audio é a possibilidade de criar uma rede de dispositivos conectados reproduzindo música em sincronia. Você pode ter um aparelho no banheiro, um na cozinha, um no quarto e um na sala e executar o mesmo som em vários ambientes diferentes.

Para quem é entusiasta da música, é uma opção melhor do que usar caixas Bluetooth, uma vez que a compressão do áudio pelo Wi-Fi é muito menos danosa para a qualidade do som, além de não consumir tanta bateria do celular.

Chromecast Ultra

Reprodução

Esta versão não foi oficialmente lançada no Brasil, mas isso não te impede de comprar por vias não oficiais como o Mercado Livre ou importar por conta própria. O “Ultra” no seu nome vem da capacidade de rodar vídeos em Ultra HD, que é um outro apelido da resolução 4K.

Assim, o Chromecast Ultra é recomendável para quem já fez o salto para os televisores 4K e tem uma conexão boa o bastante para manter um streaming de vídeo nessa resolução alta.

Um detalhe do Chromecast Ultra é o fato de ele ter uma porta Ethernet, ao contrário de todos os outros modelos, que se conectam exclusivamente pelo Wi-Fi. A entrada foi incluída justamente pensando nos usuários que precisam otimizar sua conexão para conseguir manter a resolução 4K. Afinal de contas, a internet cabeada é sempre mais estável do que a sem fio.

Assim, se você tem uma internet fraca ou não tem um televisor 4K, simplesmente não vale a pena chegar perto da versão Ultra.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ