Cientistas brasileiros estudam telas biodegradáveis

Uma equipe de cientistas da Universidade Federal do ABC, em conjunto com pesquisadores da Universidade do Missouri, está trabalhando no desenvolvimento de telas biodegradáveis para dispositívos eletrônicos. A ideia deles é usar materiais orgânicos que tem a capacidade de emitir luz para criar as telas.

Combinando peptídeos com polímeros que emitem luz (OLED) eles criam um componente que pode ser usado para criar telas 85% biodegradáveis para computadores, smartphones e tablets. Isso evitaria que elas se acumulassem na natureza, contaminando-a.

Além disso, quando esses dois ingredientes são misturados, eles conseguem emitir luz de forma mais eficiente do que o polímero sozinho, o que faz com que faz com que haja uma economia de energia para produzir brilho.

Esss estudos têm como objetivo fazer com que a quantidade de eletrônicos que se acumulam ao serem descartados na natureza diminua. De acordo com uma pesquisa norte-americana, as pessoas trocam de smartphone a cada dois anos, aproximadamente, o que gera um lixo de 150 milhões de aparelhos nesse período de tempo.

A pesquisa ainda está em andamento, portanto ainda deve demorar um tempo considerável para ela ser usada nos aparelhos eletrônicos. Até agora os cientistas conseguiram apenas a luz azul para a tela, então ainda faltam a vermelha e a verde.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ