Cientistas desenvolvem chip que roda na temperatura mais fria do mundo

Cientistas da Universidade da Basileia encontraram uma maneira de monitorar a física mesmo quando as temperaturas estiverem próximas ao zero absoluto (0 Kelvin), quando o movimento das partículas praticamente para.

Segundo informações do Engadget, eles desenvolveram um chip nanoeletrônico capaz de rodar na temperatura mais baixa possível, de 2,8 milikelvin. A tecnologia levou em conta o uso de campos magnéticos para eliminar as fontes de calor.

A equipe começou usando o resfriamento para baixar todas as conexões elétricas do chip até 150 microkelvin. Depois disso, eles integraram outro sistema de campo magnético especialmente construído que permitiu que os pesquisadores esfriassem um termômetro de Bloqueio de Couloumb, uma vez que os termômetros também apresentam dificuldades quando próximos do zero absoluto.

O resultado é que o chip poderia resistir ao frio extremo por até 7 horas, permitindo que os pesquisadores estudassem a física em seu limite máximo. Os cientistas estão otimistas de que eles podem baixar a temperatura para 1 milikelvin. 

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ