sergey brin google glass

Cofundador do Google banca desenvolvimento de carne em laboratório

Redação Olhar Digital 05/08/2013 17h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Sergey Brin, cofundador do Google, é um dos homens mais ricos do mundo e está disposto a usar seu dinheiro para tentar transformar o mundo. Ele cedeu 250 mil euros (cerca de R$ 760 mil) para o desenvolvimento do primeiro hambúrguer feito com carne criada em laboratório.

Sua motivação com o investimento na carne artificial é sua crença nos direitos dos animais. Ele aponta que a visão lúdica da fazenda, com animais soltos, não corresponde à realidade. "Quando você vê como as vacas são tratadas, não é algo com o qual eu fico confortável", ele afirma em entrevista em vídeo ao The Guardian.

O investimento permitiu a Mark Post, professor de fisiologia vascular da Universidade de Maastricht, criar o primeiro hambúrguer criado em laboratório. Para isso, em um período de três meses, sua equipe criou e comprimiu fibras musculares a partir de células tronco de vacas para criar a carne artificial.

Outro objetivo do projeto é a redução do uso de recursos naturais importantes como água, terra e energia para a criação de gado.

Alguns membros da imprensa se reuniram em Londres nesta segunda-feira, 5, para experimentar o primeiro hambúrguer feito em laboratório. A conclusão geral foi de que ele possui uma textura semelhante à carne comum, mas mais seca e, por ser livre de gordura, sem gosto. Os pesquisadores já trabalham para tornar seu sabor um pouco mais palatável.
 

 

 
Google
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você