Comissão vai avaliar projeto de lei que pode proibir Uber no Brasil

A novela da possível proibição da Uber de operar no Brasil ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira, 14. Uma comissão especial será montada para analisar o projeto de lei que tenta barrar o funcionamento do aplicativo – e de outros semelhantes.

Prevista inicialmente para acontecer ainda neste ano, a votação que determina se o projeto 5587/16 vai virar efetivamente uma lei acontecerá somente em 2017. O pedido de adiamento partiu do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, após o pedido de urgência da análise ter sido reprovado pelos parlamentares.

Assim, o texto será analisado por uma comissão formal que terá 30 dias para produzir um relatório. Com o recesso de fim de ano, a previsão é de que esse processo só se inicie a partir de março de 2017.

O projeto de lei tenta tornar a atividade de motorista particular remunerado exclusiva para taxistas. A ideia do PL é que os aplicativos estejam liberados para funcionar, desde que forneçam apenas serviços de táxis regulamentados, que geralmente são mais caros do que os carros comuns.

Vale destacar que já foi feita uma campanha para tentar manter a Uber em pleno funcionamento no Brasil. Até o início de dezembro já haviam mais de 18 milhões de e-mails pedindo que o serviço não seja proibido.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ