bitcoin litecoin

Coreia do Sul não vai mais banir criptomoedas

Daniel Junqueira 20/02/2018 15h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Coreia do Sul não deve banir completamente a transação de criptomoedas, no fim das contas. O país asiático ameaçou proibir a circulação de moedas virtuais como a bitcoin, mas decidiu por um caminho menos radical.


De acordo com Choe Heugsik, chefe do Serviço Supervisor Financeiro coreano, a movimentação de criptomoedas vai ser permitida em "transações normais", de acordo com a Bloomberg. Em outras palavras, quem quiser usar bitcoin e similares na Coreia do Sul vai precisar usar nome real.

A preocupação das autoridades coreanas é que as criptomoedas sejam usadas para lavagem de dinheiro a partir de contas anônimas. Ao exigir identificação de quem faz transações com essas moedas, a Coreia do Sul acredita que vai minimizar os riscos do uso delas para fins criminosos.

Quando as ameaças de banimento de criptomoedas por parte da Coreia do Sul começaram, o valor delas despencaram. Agora, no entanto, com uma definição sobre a condição delas no país asiático, elas voltaram a se valorizar. Às 15h desta terça-feira, 20, a bitcoin estava avaliada em cerca de US$ 11.600, com aumento de 4,6% no dia.

bitcoin moedas virtuais criptomoeda
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você