Corretora de Bitcoin brasileira perde R$ 1 milhão com saques indevidos

Bitcoin é um negócio complicado, e às vezes até mesmo as empresas que lidam diretamente com ela acabam se atrapalhando. Foi o caso da corretora brasileira Foxbit, que teve que interromper sua operação por um tempo para solucionar um problema que causou um prejuízo de R$ 1 milhão aos seus cofres.

Inicialmente, suspeitava-se de um furto de bitcoins, o que não seria surpresa neste mercado. De tempos em tempos surgem notícias de ataques hackers que subtraem criptomoedas de exchanges mundo afora. No entanto, foi constatado que se tratava apenas de uma falha interna.

Graças a esse problema, os saques foram realizados em duplicidade. Ou seja: se um usuário sacava uma Bitcoin de sua conta, ele recebia duas. Por causa dessa falha, 31 Bitcoins foram sacadas indevidamente, gerando um prejuízo na faixa do milhão de reais, diante de um preço estimado de R$ 35 mil por cada Bitcoin.

A Foxbit reafirmou que seus clientes não agiram de má-fé diante da falha e que arcará com o prejuízo da falha, uma vez que a empresa tem os recursos para cobrir esse buraco. A empresa também diz que boa parte dos usuários se prontificaram a devolver as Bitcoins creditadas indevidamente em suas contas.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ