Tim Berners-Lee

'Pai da internet' sugere soluções para resolver fake news e privacidade online

Bruna Lima, editado por Renato Santino 06/03/2019 13h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Contrato para Web e Solid permitiriam a correção da informação em caso de fake news e dá ao usuário a decisão de como ele quer comercializar seus dados com apps e outros serviços online.

Em seu 30° aniversário, a World Wilde Web ganha uma nova perspectiva de seu criador, Tim Berners-Lee. O jovem cientista da computação, que três décadas atrás propôs o sistema de hiperlinks baseado na internet para compartilhar informações, acredita que dois dos problemas mais crônicos da rede, as fake news e a falta de privacidade, possam ser resolvidos. 


O primeiro deles é o Contrato para a Web que, segundo ele, tornará a web mais confiável e menos suscetível a fake news. Ela destina-se a reunir governos, empresas de tecnologia e cidadãos individuais que concordam em estabelecer princípios comuns para governar o mundo online.

"Você não pode apenas proibir notícias falsas. É muito mais complicado", disse Berners-Lee. "O Contrato para a Web é sobre achar uma correção no meio do caminho, uma mudança de impulso, de volta ao construtivismo, de volta à ciência e, principalmente, aos fatos".

Ele disse que é importante que o maior número possível de pessoas se envolva nesse esforço, e ele pediu que todos no mundo participem da discussão. "Quando se trata de discurso de ódio e liberdade de expressão, sabemos que a Alemanha e o Texas têm tradições diferentes sobre onde traçar a linha", afirmou o especialista.

O segundo projeto de Berners-Lee é uma nova plataforma chamada Solid que está sendo desenvolvida pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts, em português), que dá aos usuários mais controle sob seus dados que, hoje, estão sendo comprados e vendidos.  ”A ideia é dar às pessoas 'pods' para armazenar dados, o que permitiria que eles decidissem onde e como suas informações são usadas por aplicativos e serviços online que necessitam desse tipo de informação”, afirmou o cientista de computação. "Isso significa que você pode controlar quais dados de seus pods são acessados ​​por serviços como Amazon , Facebook e Google", explicou. "Você pode ter um pod pessoal, um pod de trabalho e assim por diante",

É através desses esforços que ele espera que as pessoas sejam capazes de retomar o controle de suas informações pessoais e, mais uma vez, usar a web para o que ele pretendia: compartilhar e colaborar para o bem maior da humanidade. 

Fonte: CNet

WWW tim berners-lee
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você