Dados de 3,8 milhões de estudantes de SP vazam na internet

Um vazamento fez com que dados de 3,8 milhões de estudantes da rede estadual em São Paulo circulassem pela internet. Nomes completos, escolas em que estudam, números de faltas e até notas em avaliações oficiais, com seus erros e acertos, podiam ser consultados.

Tudo isso consta em um sistema pedagógico da Secretaria Estadual da Educação chamado Plataforma Foco Aprendizagem. As informações podiam ser consultadas livremente porque uma planilha com senhas de acesso vinha sendo compartilhada em páginas de professores e servidores da secretaria no Facebook, conforme flagrado pelo Estadão.

De acordo com a reportagem, os internautas que estavam passando a planilha adiante não se preocupavam em informar que o material é sigiloso. Nem os próprios alunos têm acesso àquelas informações, já que elas são usadas pelos professores como indicadores internos para a criação de atividades personalizadas.

Assim que foi avisada, a Secretaria da Educação tirou a página do ar, mas fazia pelo menos quatro dias que a planilha rodava pela internet. De acordo com a pasta, o vazamento não causou prejuízo pedagógico; mesmo assim, foi registrado um boletim de ocorrência e será aberta uma sindicância para apurar o acontecido.

Vai às compras na BlackFriday? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ