Google China

Documento chinês sugere que empresas americanas aceitem ser vigiadas

Caroline Rocha 17/09/2015 16h46
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Em mais uma demonstração de censura, o governo chinês teria enviado a empresas de tecnologia dos Estados Unidos um documento pedindo que se comprometessem a manter os dados de usuários e clientes em servidores do país, a não prejudicar a segurança nacional e a garantir que seus produtos sejam "seguros e confiáveis", de acordo com o jornal New York Times.

O artigo, publicado nesta quinta-feira, 17, conta que a ordem veio da Comissão de Avaliação de Segurança e Tecnologia da Informação do país e seria uma maneira de obrigar que as companhias fornecessem dados de usuários, quando solicitados.

"Nossa empresa se ​​compromete a cumprir rigorosamente os dois princípios-chave: não prejudicar a segurança nacional e não prejudicar os direitos do consumidor", diz o documento, que enumera 6 compromissos. Confira quais são eles:
  1. Respeitar o direito do consumidor
  2. Respeitar o direito de controle da segurança nacional
  3. Aceitar a supervisão de todas as partes da sociedade
  4. Garantir a segurança da informação do usuário
  5. Garantir produtos seguros e confiáveis
  6. Respeitar a escolha do consumidor
Não está claro se as autoridades chinesas esperam uma resposta das companhias. 
Tecnologia China Empresas
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você