Empresa cria "raio congelante" para drones

Três empresas britânicas se uniram para desenvolver um raio congelante capaz de parar a atividade de drones indesejados que sobrevoem áreas protegidas O sistema "inutiliza" o drone, bloqueando o sinal de comunicação entre o dispositivo e o controlador.

Como funciona
Ao adentrar a área monitorada, um radar detecta o drone e uma câmera térmica localiza sua posição exata. Em seguida, um sinal de rádio de alta potência substitui a conexão utilizada para controlá-lo, tornando o dispositivo "congelado", impossibilitando que ele receba orientações.

De acordo com os fabricantes, o processo todo leva 25 segundos para acontecer.

Atualmente, o sistema está sendo testado nos Estados Unidos, no Reino Unido e na França. A ideia é proteger espaços restritos, sejam eles governamentais ou particulares.

Via BBC 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ