Empresa israelense quer ser a primeira a fazer voo privado na Lua

A israelense SpaceIL quer ser a primeira empresa a fazer um "paceio espacial". A missão, prevista para acontecer em 2017, vai usar o foguete Falcon 9, da Space X, para lançar uma sonda lunar para o espaço. De acordo com um anúncio feito pela própria companhia, depois da "carona", a sonda pretende pousar na lua.

Caso tenha sucesso, a iniciativa vai ser a primeira missão espacial privada. Eran Privman, CEO da SpaceIL, afirmou que o grupo está confiante. "Eu prometo que uma vez que pousarmos na Lua, vamos olhar em volta e ver que somos o primeiro", afirmou.

Desafio
Até hoje, somente três países pousaram uma nave espacial intacta na Lua: Estados Unidos, Rússia e China. A dificuldade acontece porque, apesar de ter ser grande o suficiente para ter uma força gravitacional, a Lua não tem uma atmosfera para retardar a entrada de objetos, fazendo com que o pouso sem nenhuma colisão seja algo complicado e caro.

Para solucionar os desafios, surgiu a competição Google Lunar X Prize, que vai oferecer incentivos para reduzir o custo do voo espacial. Depois de pousar sem problemas na lua, as sondas devem explorar até 500 metros da superfície e transmitir as imagens em alta definição para a Terra. Quem vencer a competição receberá US$ 20 milhões.

As equipes competidoras têm até 31 de dezembro de 2017 para completar a missão.

Via TheVerge

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ