Logo Olhar Digital

Empresa nigeriana processa a OLPC

Redação Olhar Digital 29/11/2007 16h13
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Companhia alega que o teclado do “laptop de US$100” infringe suas patentes

A companhia nigeriana Lagos Analysis Corp. (LANCOR) está processando a OLPC – One Laptop per Child (e seu fundador, Nicholas Negroponte) em uma corte nigeriana por infração de patentes. Segundo a empresa, ambos se apropriaram ilegalmente de layouts, mapas e drivers de teclado desenvolvidos pela LANCOR e os utilizaram no XO-1, o “laptop de US$100”. Os teclados foram desenvolvidos para facilitar a digitação nos muitos dialetos africanos falados na Nigéria, cada um com caracteres e acentuação específicos. Os produtos são patenteados, na Nigéria e nos EUA.

 

Segundo a LANCOR, a OLPC comprou dois de seus teclados multi-idioma (chamados KONYIN) com o propósito específico de, através de engenharia reversa, desenvolver uma “cópia” para o XO-1. A empresa busca reparação nos danos e uma decisão judicial proibindo a venda dos laptops com o teclado em disputa até a resolução do caso. Segundo Adé G. Oyegbola, CEO da LANCOR, a empresa está se preparando para iniciar uma ação similar contra a OLPC nos EUA.

Notebooks Dinheiro Laptops Computadores Educação Mercado
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você