Empresa processa Google por infração de patentes no Project Loon

A empresa Space Data Corporation dos Estados Unidos entrou nesta semana com uma ação judicial (pdf) contra o Google e sua empresa-mãe, a Alphabet. A Space Data alega que o Project Loon, projeto do Google para levar internet a regiões distantes usando uma rede de balões, infringe patentes suas.

Segundo a Space Data, o Project Loon utiliza sem autorização duas tecnologias que a empresa já havia patenteado anteriormente. Uma delas, sobre o oferecimento de redes de internet por meio de balões, foi patenteada pela empresa em 1999; a outra, sobre a recuperação desses balões, foi registrada em 2001.Embora o Google detenha diversas patentes sobre as tecnologias usadas no Project Loon, a empresa não licenciou ou garantiu o direito de uso a essas duas tecnologias já registradas.

No mesmo processo, a empresa também informa que os fundadores do google Larry Page e Sergey brin visitaram a Space Data Corporation em 2008 com até 10 outros executivos do Google. O Wall Street Journal falou sobre a visita após sua realização, especulando que a empresa pudesse futuramente usar balões para fornecer internet. O trabalho informal no Project Loon, no entanto, só começaria três anos depois.

Durante a visita, os executivos do Google assinaram acordos de não-divulgação de informações. A Space Data Corporation alega também que, ao utilizar tecnologias da empresa em seus próprios projetos, o Google também violou esses acordos. O The Verge tentou entrar em contato com o Google pára falar sobre o caso, mas a empresa se negou a comentar.

Space Data

Os produtos oferecidos pela Space Data são, de fato, semelhantes à ideia do Project Loon. Eles se chamam SkySite, um serviço de oferecimento de rede via balões para determinadas áreas, e SkySat, um conjunto de repetidores para outras redes. Eles são usados, segundo a empresa, pela marinha dos Estados Unidos. A imagem abaixo, retirada do processo, compara os serviços das duas empresas:

Reprodução

O Project Loon, por sua vez, já foi testado em condições bastante rigorosas, e começou a atuar em agosto de 2015, no Sri Lanka. A ideia do Google é criar um "anel de internet" no hemisfério sul do planeta, atingindo também regiões como Oceania, Indonésia e, possivelmente, América do Sul em seguida. 

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ