Empresas querem criar personalidades para assistentes virtuais

Empresas estão trabalhando para criar perfis com personalidade para assistentes que utilizam inteligência artificial como Siri, Cortana e Alexa. Poetas, escritores e comediantes estão ajudando para que as assistentes sejam cada vez mais parecidas com os humanos.

O roteirista Robyn Ewing, por exemplo, é o responsável por criar uma personalidade para uma assistente virtual para smartphones chamada Sophie, que será baseada em inteligência artificial. No caso da Cortana, assistente da Microsoft, seis pessoas trabalham no exclusivamente funcionamento de sua personalidade, incluindo poetas e dramaturgos.

Esse interesse em personalizar as assistentes tem a intenção de transformá-las em serviços de interação com o usuário e não apenas ferramentas funcionais. Basta lembrar, por exemplo, o famoso beatbox da Siri. De acordo com o The Washington Post, somente em 2015 foram investidos US$ 35 milhões em assistentes virtuais.


Via The Washington Post e MIT.  

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ