Estúdios de Hollywood processam usuários do Popcorn Time, o 'Netflix pirata'

Nos Estados Unidos, estúdios de cinema estão começando a acionar judicialmente usuários do programa Popcorn Time, serviços de streaming de filmes e séries baseados em torrent (espécie de "Netflix pirata"). A produtora Millennium Films, responsável pela franquia "Os Mercenários", processou 16 pessoas que serviam de servidores para arquivos do filme "Survivor", estrelado pelo ex-007 Pierce Brosnan e lançado diretamente em DVD neste ano.

Uma empresa associada à Millennium Films, autora do processo registrado no estado americano de Oregon, disse ter rastreado os usuários do programa através de seus endereços de IP. Em nota, um porta-voz do Popcorn Time disse que "é muito triste ver estúdios indo atrás das 'pessoas pequenas'".

No mês passado, a polícia da Dinamarca prendeu duas pessoas por alimentarem um site que oferecia guias de como utilizar o Popcorn Time. Em abril, um tribunal europeu determinou que provedores de internet na zona do euro bloqueassem acesso a páginas que disponibilizam o download do software.

O método de distribuição simultânea por torrent torna muito difícil desabilitar o Popcorn Time por completo, o que faz com que as autoridades mirem seus esforços em páginas da web que oferecem arquivos ou links de download do programa. Por outro lado, fica mais fácil rastrear os usuários através dos seus endereços de IP.

Via The Wall Street Journal

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ