EUA podem criar rede 5G estatal para combater 'ameaça' da China

Documentos obtidos pelo site norte-americano Axios revelam que o governo dos Estados Unidos considera construir sua própria rede e infraestrutura de 5G para combater a "posição dominante" da China no setor de tecnologia e telecomunicações.

A proposta é do Conselho Nacional de Segurança dos EUA. Atualmente, as redes de internet móvel mantidas por lá são de responsabilidade das operadoras, assim como no Brasil. A proposta é de tornar estatal somente o vindouro 5G, e manter privadas as redes 4G atuais.

Com a nacionalização do 5G, o governo dos EUA acredita que pode se proteger melhor de "ameaças cibernéticas" vindas da China. Se não controlar o 5G, os norte-americanos estariam em "desvantagem permanente em relação à China no território da informação".

A China "atingiu uma posição dominante na manufatura e operação de infraestruturas de rede", diz o documento. Criar uma rede estatal de 5G seria a forma de os EUA resistirem ao que o conselho chama de "neo-colonialismo" praticado pela potência asiática.

Por enquanto, porém, o plano não passa de uma sugestão. O governo norte-americano ainda não tomou qualquer atitude prática em direção de uma rede de comunicação estatal. Além disso, embora muitas empresas tenham destinado recursos à criação do 5G, a rede só vai existir e será explorada comercialmente quando padrões forem definidos, o que não deve acontecer antes de 2020.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ