Executivo da Apple diz que reconhecimento facial no Android 'fede'

O executivo da Apple Phil Schiller não economizou palavras ao descrever sua opinião sobre algumas funções de smartphones Android. Ao ser questionado sobre ferramentas de reconhecimento facial e leitura de íris concorrentes ao FaceID do iPhone X, Schiller comentou: “Todos eles fedem”.

A polêmica declaração do executivo foi dada em entrevista ao site “Bright.nl”. De acordo com Phil Schiller, o FaceID do iPhone X funciona de uma forma que nenhum outro concorrente consegue implementar em seus telefones. Para Schiller, a função de reconhecimento facial da Apple exigiu tanto trabalho como o TouchID em gerações anteriores e que a tecnologia tem uma “implementação muito única” que ainda não foi replicada.

Nos últimos meses, fabricantes Android tem investido em biometria facial, algumas antes mesmo do lançamento do iPhone X. A Samsung, por exemplo, adota reconhecimento de rostos e leitura de íris em seus tops de linha desde o Galaxy Note 7, de 2016, enquanto a LG trabalha em algo para o LG G7. No entanto, a ferramenta dos Galaxys tem se demonstrado relativamente vulnerável, podendo ser burlada com uma foto em alta resolução.

Desde o seu lançamento, o FaceID do iPhone X tem dividido usuários. Enquanto alguns gostam da praticidade do recurso e do seu funcionamento até mesmo à noite, outros sentem falta do TouchID e se sentem mais inseguros. Logo após o lançamento do telefone, inclusive, o telefone foi desbloqueado por uma firma de Taiwan, o que pode sugerir que o FaceID não é tão distinto assim como pensa Phil Schiller.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ