Facebook vai combater a xenofobia na Alemanha

Representantes do Facebook se reuniram com o Ministro da Justiça da Alemanha, Heiko Maas, nesta segunda-feira, 14, para discutir as reações dos usuários da rede social à onda de refugiados na Europa. A empresa anunciou novas medidas para reforçar o combate ao discurso de ódio, racismo e xenofobia no feed de notícias.

Na Alemanha, é contra a lei fazer comentários em público que incitem o ódio a outras pessoas por questões de etnia ou religião. O Facebook se comprometeu a reforçar a triagem do conteúdo que circula pela rede social para se certificar de que postagens do gênero sejam excluídas.

A empresa também disse que vai dedicar uma equipe especialmente montada em sua unidade no país para avaliar denúncias de discurso de ódio, certificando-se de que a publicação é, de fato, contra a lei alemã, ou se é aplicável ao direito de liberdade de expressão.

O Facebook também garantiu que vai dar apoio financeiro a organizações que registram denúncias contra demonstrações de xenofobia e racismo, para que a rede social possa identificar e excluir conteúdo impróprio mais rapidamente. A empresa garantiu ainda que vai formar uma "força-tarefa" para encorajar usuários a denunciar discurso de ódio, e também responder com campanhas de apoio aos imigrantes. A Alemanha é o país europeu que mais recebe pedidos de asilo.

Via The Wall Street Journal

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ