Facebook

Facebook cai, pornografia levanta e o Pornhub agradece

Redação Olhar Digital 14/03/2019 20h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Segundo estatísticas do site, o tráfego total subiu 19% durante a instabilidade das redes sociais. Buscas pelos termos "Instagram" e "Facebook" aumentaram 323% e 221%, respectivamente

Na última quarta-feira, 13, os serviços do Facebook, incluindo o Instagram e WhatsApp, passaram pela maior instabilidade da história dessas redes sociais. Durante cerca de 20 horas, usuários ficaram insatisfeitos com a queda de servidor da plataforma, mas muitos buscaram alternativas para passar o tempo conectado. Uma delas foi assistir vídeos do Pornhub, um dos maiores sites de conteúdo pornográfico do mundo. O tráfego na página subiu 11% imediatamente após o início dos problemas nas empresas do Mark Zuckerberg e chegou a 19% acima da média, à noite, um dos períodos de maior audiência do site. Os dados foram divulgados pelo Pornhub.


As visitas não só aumentaram, mas também filtraram por vídeos, com temas diferentes dos normalmente mais populares no site. Buscas pelo termo “Instagram” subiram 323%, enquanto "Facebook" esse aumento foi de 221%. E atender aos interesses dos usuários não foi um problema para o Pornhub, porque existem no site 2,5 mil vídeos com esses termos no título.

As estatísticas do Pornhub também registraram mais buscas pela WWE (empresa de entretenimento focada em luta livre) e pelos jogos Fortnite e Overwatch. Respectivamente, os valores foram 274%, 97% e 133%. Do mesmo modo que aconteceu com a queda do Facebook, uma paralisação do YouTube em outubro de 2018 causou um aumento no tráfego do Pornhub. 

Explicação do Facebook sobre instabilidades

Nesta quinta-feira, 14, o Facebook se pronunciou sobre a queda dos serviços da empresa, justificando que o problema ocorreu por um “servidor mal configurado”. “Ontem, como resultado de uma alteração em configurações de um servidor, muitas pessoas tiveram problema para acessar nossos aplicativos e serviços. Nós já resolvemos os problemas e nossos sistemas estão se recuperando. Lamentamos muito pelo inconveniente e apreciamos a paciência de todos”, diz o comunicado da empresa.

Essa foi a maior queda já enfrentada pelo Facebook que se tem notícia. Até então, o recorde de tempo de instabilidade foi em 2008, quando a rede social tinha 125 milhões de usuários. Hoje ela já alcança 2,3 bilhões de inscritos.

Facebook instagram Whatsapp vídeos
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você