Facebook deve desistir de reformulação do Feed de Notícias

Lembra do "novo" Feed de Notícias apresentado pelo Facebook em março? Se você não se lembra da mudança, não se preocupe, já que para a maioria dos usuários ela não aconteceu. Trata-se, aparentemente, de uma falha de projeto do Facebook, que deve voltar à planilha para ser redesenhada e não deve ver a luz do dia tão cedo (ou nunca).

Um extenso artigo do AllThingsD relata que houve um problema de desentendimento entre o que o Facebook quer para os usuários e o que os usuários esperam do Facebook, o que resultou em uma atualização equivocada de layout, que apenas alguns receberam e não obteve o resultado esperado.

Segundo a publicação, Chris Cox e Mark Zuckerberg idealizam um feed de notícias com mais notícias e artigos relevantes. A atualização priorizaria imagens maiores e conteúdo de qualidade, deixando um pouco de lado os memes e histórias virais que acabam se popularizando na rede.

A intenção, anunciada durante a conferência de apresentação, era de que o feed se tornasse um grande jornal personalizável, com conteúdo de qualidade e relacionado aos interesses das pessoas. Entretanto, parece que a proposta não agradou.

O artigo aponta que o que realmente gera engajamento na rede são os virais. Sites como o BuzzFeed, embora pouco agreguem em conteúdo ao usuário, costumam gerar muito interesse do público, por mais que Cox e Zuckerberg lutem contra este tipo de posts.

A expectativa é que a iniciativa do "Reader", projeto de tornar o Facebook uma plataforma mais amigável para conteúdo relevante, volte para a estaca zero e seja reformulada. Entretanto, há um problema de implantação, que coloca a rede social entre a cruz e a espada: uma renovação brusca de layout deverá gerar muita reclamação; ao mesmo tempo, muita demora deve gerar reclamação pela lentidão da apresentação de novidades.

Via AllThingsD

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ