Facebook não espera lucrar com comércio eletrônico na plataforma

Apesar dos esforços do Facebook para melhorar o comércio eletrônico dentro da plataforma, a rede social não vai lucrar com essa movimentação. De acordo com Mary Ku, responsável pelo comércio do Facebook, o dinheiro não será a prioridade.

Mary Ku declarou que a primeira coisa que o Facebook pensa é se o usuário terá uma boa experiência de uso e como a rede social pode trabalhar para oferecer maneiras interessantes de negócio. O site já havia estruturado há um tempo o formato de venda online e, agora, quer oferecer também uma espécie de comércio que permite que os usuários comercializem produtos entre si.

Credenciada na área por ter trabalhado na PayPal antes de fazer parte da equipe do Facebook, a executiva conta que tem utilizado seus esforços para promover o site para empresas que queiram oferecer seus serviços dentro do próprio Facebook.

Mesmo garantindo que os dados de compra não estão sendo utilizados pára segmentação neste momento, Mary Ku não descartou que futuramente essas informações poderão sim ajudar a personalizar o que é destacado aos usuários.

Via Recode

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ