winamp

Fãs do Winamp pedem código-fonte para mantê-lo vivo

Redação Olhar Digital 26/11/2013 12h11
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Mais de 21 mil pessoas já assinaram o documento online contra a descontinuação do tocador de músicas Winamp, marcada para 20 de dezembro. Caso a AOL mantenha a decisão de encerrar o serviço, os fãs pedem ao menos que seja disponibilizado o código-fonte da plataforma para torná-la aberta e manter seu uso ativo. 

A petição precisa ainda de 3,7 mil assinaturas para alcançar a meta e ser endereçada à AOL, que comprou o serviço juntamente com a desenvolvedora Nullsoft, em 1999, por US$ 80 milhões. Para Rob Lord, um dos responsáveis pelo crescimento do software no início, o declínio pode ter se dado pelo péssimo gerenciamento após a fusão.

"Não há motivos pelos quais o Winamp não pudesse estar na posição em que o iTunes está hoje, além de algumas camadas de mau-gerenciamento da AOL após a aquisição", afirmou ele em entrevista à Ars Technica.

O Winamp fez sucesso num tempo longínquo da internet ao lado de softwares populares na década de 1990 e início dos anos 2000 como ICQ, mIRC e Netscape e Napster. 

 
Serviços Música winamp
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você