Fones de ouvido de hoje usam tecnologia do século 19

Desde o começo do ano, rumores apontam que a Apple pode aposentar os fones de ouvido de 3,5 milímetros, com o objetivo de tornar o smartphone ainda mais fino. A novidade desagradou muita gente e gerou até uma petição, assinada por 200 mil pessoas, pedindo que a empresa não aposente os fones tradicionais. O que pouca gente sabe, no entanto, é que os plugues usados nos fones são bem antigos, datados do século 19.
Conhecido como um conector TRS (do inglês Tip, Ring, Sleeve, ou ponta-anel-capa), o plugue conta com três partes: a ponta transfere o áudio para o fone da esquerda de um dispositivo estéreo, o anel transfere para a direita e capa serve para aterramento do circuito.

História
Criados em 1878, os plugues, na verdade, possuíam 6,35 milímetros de espessura e eram usados por operadores em mesas de controle de telefones, estúdios e guitarras. "Precisava ser algo que pudesse ser inserido e removido muito facilmente, mas ainda fizesse uma conexão segura", conta Charlie Slee, membro da Audio Engineering Society. Com a modernização e popularização dos equipamentos de aúdio, foi preciso desenvolver uma versão menor, com 3,5 milímetros.

Mudanças
Especialistas classificam a reação dos consumidores como uma "tempestade em copo d'água". "Na geração anterior de celulares, em telefones Nokia, por exemplo, era preciso usar de adaptador. Se você quiser conectar fones de ouvido a equipamento profissional, você também precisá de adaptador", explica diz Horace Dediu, especialista na tecnologia da Apple.

Para Dediu, a decisão reflete uma mudança inevitável. "O que a Apple faz é catalisar mudanças. Aconteceria de qualquer forma, mas se não fosse a Apple levaria 10 a 15 anos, e agora vai levar entre 5 e 7", afirma.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ