Galaxy S9 deve focar em recurso 'esquecido' no S8 para ofuscar iPhone X

A Samsung deve investir no reconhecimento facial e leitura de íris no Galaxy S9. Após a repercussão causada pelo FaceID do iPhone X, a fabricante coreana pretende aumentar a velocidade da sua biometria facial no próximo top de linha, que deve ser lançado na primeira metade de 2018. Apesar disso, pouco deve mudar no quesito segurança.

Anunciadas inicialmente no Galaxy Note 7 em 2016 e relançadas no S8 em abril, a tecnologia de reconhecimento facial e de íris não tiveram o retorno esperado pela Samsung. Por conta disso, a empresa estaria focando em melhorias para os recursos de biometria, de acordo com o site coreano ETnews. O objetivo principal seria aumentar a velocidade de identificação do usuário, mantendo o restante da estrutura.

Embora o foco na rapidez pode ajudar a aumentar a adesão à leitura de íris, a ausência de melhorias na segurança tende a decepcionar. Logo após o lançamento do Note 7, usuários conseguiram destravar o telefone da Samsung usando uma foto em alta resolução do dono do aparelho. Isso acontece porque os telefones da Samsung fazem o reconhecimento da imagem em duas dimensões, enquanto o iPhone X da Apple faz em 3D.

Embora as notícias sejam pouco animadoras, é possível que a Samsung adicione alguns recursos extras ao reconhecimento facial através do software, segundo a publicação do Android Authority. Ainda não há uma data específica para o lançamento do Galaxy S9, mas é provável que o novo top de linha seja anunciado entre os meses de fevereiro e abril, coincidindo com a chegada dos seus antecessores.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ