Galaxy S9 é ótimo, mas pouco inovador, sugerem primeiras análises do aparelho

A imprensa dos Estados Unidos começou a publicar os primeiros reviews do Galaxy S9 e S9+, nova geração dos smartphones top de linha da Samsung. E as primeiras impressões são as de um aparelho de alto nível, ainda que pouco inovador.

"Previsivelmente ótimo, previsivelmente falho", diz o review de Dan Seifert para o site The Verge. "Se você viu o Galaxy S8 do ano passado, você já viu o Galaxy S9. [...] O S8 era um excelente celular um ano atrás, e o S9 cresce em cima disso."

No papel, o Galaxy S9 é pouco mais do que um upgrade do S8: processador Snapdragon 845, 4 GB de RAM (6 GB no S9+), 3.000 mAh de bateria (3.500 mAh no S9+), a partir de 64 GB de memória interna. Por fora, a diferença é menor ainda: mesma tela de 5,9 polegadas quase sem bordas no modelo padrão, 6,2 polegadas no Plus.

O que de fato há de novo no design do Galaxy S9 é o leitor de impressões digitais, que agora fica abaixo da câmera traseira, e o alto-falante, que agora é um par de caixas stereo, uma abaixo do celular e outra na saída de som de ligações.

Outra novidade é o método de autenticação. No S8, a Samsung estreou um scanner de íris. No S9, esse scanner funciona em conjunto com um leitor facial. Dependendo da iluminação no ambiente, o celular escolhe um dos dois métodos automaticamente.

Mas o review do The Verge deixa claro que nenhum dos dois é bom. O sistema "é lento, pisca uma irritante luz vermelha quando ativa o scanner de íris e nunca parece tão simples quanto o Face ID [do iPhone X]. Que bom que o leitor de digitais está mais fácil de usar agora".

Cherlynn Low, do Engadget, destacou que o S9 é "excelente, mas não monumental". O review da jornalista destaca como pontos fortes a performance, a bateria e as câmeras do novo celular, e, como único ponto fraco, o fato de não haver uma grande melhoria em relação ao S8.

A câmera é o principal destaque no review de Cherlynn. O Galaxy S9 vem com um sistema de abertura variável que ajusta a quantidade de luz captada pelo sensor automática ou manualmente, variando entre f/1.5 e f/2.4.

"Às vezes você vai notar detalhes estourados com a abertura em f/1.5, mas, em geral, a abertura mais larga é boa para capturar o que, de outro modo, teria sido uma bagunça escura e cheia de ruído", escreveu Cherlynn.

Veja algumas fotos tiradas com o S9, cortesia da equipe de fotógrafos do site CNET.

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Jessica Dolcour, do CNET, também elogiou a câmera do aparelho, ainda que com algumas ressalvas. "O Galaxy S9 tende a deixar as cores mais chapadas do que elas são na vida real, mas os contornos são sempre limpos e o contraste geralmente é bem alto. Em geral, você vai ficar bem feliz com as fotos que tirar."

Já o review do Gizmodo, escrito por Sam Rutherford, destaca a autonomia energética. "Apesar de ter uma bateria de 3.500 mAh que é do mesmo tamanho do componente no S8+ do ano passado, o S9+ durou quase uma hora e meia a mais", diz a análise.

O review do youtuber MrMobile segue a mesma linha que os outros, e conclui num tom semelhante: pouca coisa muda em comparação com o ano passado. "Se você ama seu celular Samsung e tem um Galaxy S7 ou anterior, o S9 é absolutamente um passo à frente que vale a pena", diz Michael Fisher. O celular ainda não tem data para chegar ao Brasil.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ