Garoto de 15 anos é um dos 20 maiores colecionadores de itens da Apple no mundo

Há cinco anos, Alex Jason encontrou em um site de anúncios um iMac G5 – um computador da Apple produzido entre 2004 e 2006. A princípio, computador era para ser usado para jogos e deveres de casa, mas, em vez disso, acabou se tornando a primeira peça de uma das coleções privadas mais importantes de dispositivos da Apple nos Estados Unidos.

Hoje, com 15 anos, o garoto está prestes a abrir um museu público que contará com protótipos raros, incluindo o computador NEXT, um exemplar encadernado original de Steve Wozniak com notas de codificação para o Apple II, e até mesmo um raro Apple I, que pode ser o único na existência com chips originais.

Jason detém mais de 250 peças, a maioria dos quais ele comprou com o dinheiro ganho cortando a grama dos vizinhos. Após perceber que o hobby estava começando a virar algo sério, o pai do garoto, Bill Jason, começou a ajudá-lo financeiramente. Agora, o adolescente faz parte dos 20 maiores colecionadores de itens da empresa no mundo.

"Eu só queria um computador bom", disse o garoto. "Mas eu percebi que esses computadores estavam sendo jogados fora. Esse é um tipo de como bola de neve. Eu queria ter uma coleção, compartilhá-la online e criar um museu ", completa.

No momento em que Jason tinha 55 itens, o projeto para criar o museu começou a ganhar vida e ele passou a frequentar feiras de computadores antigos, onde conheceu outros colecionadores que o ajudaram com aquisições e ex-engenheiros da Apple que ainda tinham alguns protótipos em que trabalharam. Atualmente, ele mantém seu acervo em um espaço cedido por uma biblioteca.

Via Cult of Mac

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ